Início          Edição atual          Edições anteriores          Blog          Corpo editorial          Normas para publicação          Quem somos?          Contato         

 

Bate e um anti-haikay

Poemas de Gabriel Ataíde

Bate

Bate martelo
levanta alavanca

soca o peito em
balas, os lábios em
fornalhas quentes

Bate martelo
levanta alavanca

ela é bonita
como a cerca farpada

ela é bonita
como a faca que corta pão

ela é bonita

quanto todo o meu coração

* * *

Um anti-haikay

corações enferrujados
com rugas
taca-se óleo
para engrenar
as alavancas..




 

 

 

 

Verão 2015 / Edição amarrada em um poste

Gabriel Ataíde

Gabriel de Ataide Lima, (conhecido também como G.A. Lima), nasceu na pequena cidade brasileira de Adamantina, interior do estado de São Paulo. Poeta, pertence a geração da nova literatura brasileira, que surge através do combate da escrita e da fala, diante do novo aspecto da sociedade humana atual. Escreve desde 2011 em seu blog. Suas poesias são de um olhar sensível, surrealmente construídas, sentida através dos olhos.
Amoroso, direto, revolucionário e contemporâneo, suas poesias abarcam o infinito do cosmo, o momento em frente ao oceano, o desejo ardente da paixão sem fim, a experimentação da linguagem misturado as angústias e vida dos seres. Tem já, de livros publicados na Internet, os seguintes títulos: Metal Poético; QUASE BARROCO NOVO; POEMA e MAPA DA MEMÓRIA, que podem ser acessados em seu site.

Blog do autor

gabrielk-poetamarginal.blogspot.com

 

   

Raimundo • Nova literatura brasileira

Quem somos? A Raimundo abre as portas para novos autores e atores da literatura brasileira, entre contistas, poetas, tradutores e ensaístas. Criada em 2014 com proposta de ser uma revista de edição trimestral, pretende acolher obras que pouco encontraram abrigo nos ainda apertados espaços do mundo editorial brasileiro.

A revista

Edições anteriores

Blog

Corpo editorial

Nossos artistas

Autores (breve)

Colabore com a Raimundo

Normas para publicação

Contato