Início          Edição atual          Edições anteriores          Blog          Corpo editorial          Normas para publicação          Quem somos?          Contato         

 

Da felicidade que não se anuncia. O estranho caso dos comerciais de margarina

Poema avulso de Marchiori Quevedo

Via-se que era uma família feliz.
A mamãe espera e sorri.
O pai aspira e só ri.
As crianças os devoram desesperadamente,
sem engolir tanta injunção à felicidade.

Enquanto isso, nosso olhar encontra o pão.
Essa sinonímia do corpo,
metonímia da guerra.
Esse pão – que,
ao contrário da escova drummondiana,
é objeto com fascínio –
recebe o quinhão de maravilha que lhe é devido,
a porção mágica que mudará o dia e a vida de todos
e que nos provará ser um pote (de margarina),
e não o ouro, o que afinal nos importa
no final do arco-íris.

O close fecha a cena
com o pão, que também sorri;
sorri amarelo-fazenda,
como quem diz “sorry”.

 

 

 

Inverno 2015 / Não sobre o amor

Marchiori Quevedo

Nasceu há tempo demais em uma cidade muito ao sul daquela que já estaria "longe demais das capitais". Alheio tanto quanto possível aos tempos e aos espaços que o produziram, também não sabe dizer de si mesmo, porque, conforme aprendeu com a Análise de Discurso, o sentido sempre pode ser outro (ainda que não qualquer um).

   

Raimundo • Nova literatura brasileira

Quem somos? A Raimundo abre as portas para novos autores e atores da literatura brasileira, entre contistas, poetas, tradutores e ensaístas. Criada em 2014 com proposta de ser uma revista de edição trimestral, pretende acolher obras que pouco encontraram abrigo nos ainda apertados espaços do mundo editorial brasileiro.

A revista

Edições anteriores

Blog

Corpo editorial

Nossos artistas

Autores (breve)

Colabore com a Raimundo

Normas para publicação

Contato