Início          Edição atual          Edições anteriores          Blog          Corpo editorial          Normas para publicação          Quem somos?          Contato         

 

Oro azul

Coletânea de poemas de Barbara Monfrinato

a sala é escura
não o suficiente para me impedir
os rostos de jesus
a floresta
os ponteiros do relógio parado às 11:10
 

* * *
 

som silêncio a não ser
a praia gravada em estúdio
a tosse
os estalos que vêm dos dedos
atrás; ele estala um por um
ou ela?
 

* * *


a tensão existe mesmo na casa de deus
 

* * *


se você pedir pra eu abrir
meu coração, doutor
eu conto e não largo
até o doutor se arrepender
e dar de presente:
“deus te abençoe”
 

* * *

 

chorar antes da hora
pra dor ter dó &
doer menos
 

* * *


ou seria 23:10?
 

* * *


se você pedir pra eu cantar, doutor
eu canto
no escuro me sinto
o roberto carlos
 

* * *

 

o beijo da moça
me pula de susto
ela me perdoa
beija outra vez
 

* * *


fecho os olhos
fecho a boca
sou turista
tartaruga
e viajo bem
 

* * *


o horário é errado
de conveniente:
a casa funciona das 5 às 9
 

* * *

 
isto aqui é porto
insisto em
me afogar
noutros cantos
mudo: amém
 

* * *


do canto
sou quem desconhece a letra
e murmura acordes
contém os ecos oh
de apoio
doutor,
meu sonho é ser backing vocal
 

* * *


talvez a tarefa pública
ponha assim
tão mansinho
eu agradeço
até esquecer que
a vida dói
 

* * *


trago cheiro de gente
e não é por amor
 

* * *

 
boa noite, irmã
eles dizem num só braço
e eu sei só
a mim

 

 

 

Primavera 2015 / Museu das conversas desencontradas

Barbara Monfrinato

Barbara é terceira pessoa pela primeira vez. Tropeça muito entre jornalismo e poesia, duvida da quilometragem e fica rabiscando pontes. Foi feliz no Curso Livre de Preparação do Escritor Jovem, na Casa das Rosas. Cedo se apegou às artes como tábua de salvação. Atingiu o nirvana em 2096. Nasceu em São Paulo há 18 anos.

 

Blog da autora

outrosubmarinoamarelo.blogspot.com

   

Raimundo • Nova literatura brasileira

Quem somos? A Raimundo abre as portas para novos autores e atores da literatura brasileira, entre contistas, poetas, tradutores e ensaístas. Criada em 2014 com proposta de ser uma revista de edição trimestral, pretende acolher obras que pouco encontraram abrigo nos ainda apertados espaços do mundo editorial brasileiro.

A revista

Edições anteriores

Blog

Corpo editorial

Nossos artistas

Autores (breve)

Colabore com a Raimundo

Normas para publicação

Contato