Início          Edição atual          Edições anteriores          Blog          Corpo editorial          Normas para publicação          Quem somos?          Contato         

 

Deixa ficar...

Poema avulso de Anael Santalucia

cede aos fatos
Pessimista!
cede às convenções
Fingida!
cede à infância
Ridícula!
cede à verdade
Bruta!
cede à emoção
Sensível!
cede ao prazer
Puta!
cede à independência
Sapata!
cede ao luxo
Fútil!
cede ao conforto
Largada!
cede ao trabalho
Frívola!
cede ao estudo
Bitolada!
cede à intuição
Bruxa!
cede à solidão
Chata!
cede à pressão
Fraca!

O que mais quer que eu seja?
Nada?

“Escravas de Jó
jogando caxangá.
Tira... põe... “

O que é direito?
certo?
perfeito?
o que me cabe,
ou faço,
quem sabe?

EU

(...)
continua a falácia
do fascismo ignorante...

Então,
eis o que cedo
em diante:
costas
passos
porta
caminho sem freio
AUTOAMOR
em estilhaço certeiro

“guerreiras com guerreiras fazem zigue zigue za
guerreiras com guerreiras fazem zigue zigue za”

 

 

 

Inverno-Primavera 2016 / Edição RaimundA

Anael Santalucia

Nascida em São Paulo. Professora. Amante de literatura. Aprendiz de escritora e poeta.

Obras publicadas:

Antologia Mulheres e Meninas - Prosa e Verso da Alma Feminina; Poesia: Salto Alto; Editora Iluminare; Ano: 2015

Revista Subversa, Volume 5 nº1;  Conto: Conserva; Ano: 2016

http://canalsubversa.com/?p=4198

Revista Subversa, Volume 5 nº2; Conto: Bichos de Luz; Ano 2016

http://canalsubversa.com/?p=4269

 

 

 

 

 

 

 

   

Raimundo • Nova literatura brasileira

Quem somos? A Raimundo abre as portas para novos autores e atores da literatura brasileira, entre contistas, poetas, tradutores e ensaístas. Criada em 2014 com proposta de ser uma revista de edição trimestral, pretende acolher obras que pouco encontraram abrigo nos ainda apertados espaços do mundo editorial brasileiro.

A revista

Edições anteriores

Blog

Corpo editorial

Nossos artistas

Autores (breve)

Colabore com a Raimundo

Normas para publicação

Contato