Início          Edição atual          Edições anteriores          Blog          Corpo editorial          Normas para publicação          Quem somos?          Contato         

 

Romântica e Stela

Dois poemas de Geruza Zelnys

romântica

escrevi com sal grosso sete poemas n'água e você
nada!
de se afogar

só post-it verde-limão
colado nas margens
cagando regras prêmios e o diabo de quatro pr'essa
mentira!
que a tua vaidade quer

estilete cego não pode cortar inundação e o meu vermelho é mar é infinito é urbano

desvio -- >

já troquei nome sobretudo cachecol
segredinhos sujos de liquidificador
joguei fora os desenhos desanimados das paredes
joguei paredes
nasci hoje há 15 minutos da estação lygia clark
esquina com a nossa-senhora-de-todos
-os-nomes

agora sou pisciana
co'ascendência escorpião e lua teimosa na casa
cheia
e um sol queimando a colmeia de pelos e azuis
raros entre as pernas

meus ovários cabem na pineal e são imensos

na garganta gesto um bebê que fala a língua
dos anjos e os anjos falam / a /
todas as línguas

me ciganei na luz
e posso ler teu futuro no encarte de um maço
de cigarros derby
debby é o meu nome e, por favor, entra na fila
do autógrafo

que risco uns versos lilases nessa tua cara
de espanto te espanco
mas sem poesia porque minha poesia é grande demais pra caber no ateu abraço

* * *

stela

ela tinha uma estrela nas costas
e eu não conseguia pensar em mais nada

cinco pontas afiadas e uma cravada
no meu peito
não nesse peito de conotação romântica
receptáculo de coração estilizado
uma ponta cravada no peito do meu sexo
chuvoso no entre-pernas
não essa chuva denotativa que despenca d’uma vez
mas a garoa fina infernizando a calcinha
desestabilizando minha postura acadêmica

não sou conservadora
mas conservo certo apreço por estrelas
em especial, as supernovas

não, absolutamente não sou conservadora
embora concorde que as estrelas deveriam ser proibidas
pelo menos nos lugares onde predomina o tempo nebuloso:

nos corredores, na reitoria, nas salas de aula, nos departamentos
no céu
e na universidade

lugar de estrela é no chão
embaixo dos tapetes, dos carpetes, dos capachos, das mesas
das botinas pesadas
enfim, de tudo que é corpus
inclusive do meu

ainda mais assim estrela com cadência
rara, suspensão interestelar difusa
consonância luminosa que começa na nuca e nunca
termina na cintura
linha d'água
sob cílios jeans

decotes e estrelas são grandes riscos filosóficos

seguro os passos
nenhuma pressa
livros eclipsados

sigo-a:
ela, meu horizonte

uma estrela no céu costado

n’algum lugar um nascimento se anuncia
e aguarda o presente

sigo a estrela
e levo chuva

 

 

 

Inverno-Primavera 2016 / Edição RaimundA

Geruza Zelnys

Eu sou a Geruza, moro em São Paulo e vivo no interior. O que ela mais gosta de fazer é escrever versinhos no Facebook porque lá todo mundo curte (mas quando vira poema com mais de 5 linhas ela posta no meu blog:geruzazelnys.blogspot.com.br). Já tenho muitos livros escritos e nenhum publicado (4 deles estão no prelo – e parece que vão ficar lá pra sempre -, são 2 de literatura infantil, 1 de poesia e 1 de conto). Ela é doutora em Literatura pela USP e dou aula na PUC-SP. Também trabalho com formação de escritor na Casa das Rosas e faz mediação em Clubes de Leitura pelo Grupo Movimenta. Criou o curso de Escrita Curativa realizado em ambiente terapêutico (Instituto Naturare). Recebi alguns prêmios literários (Mapa Cultural Paulista) e tem participado como jurada em vários concursos no estado de São Paulo. Está mais madura, mais feliz e menos bipolar, ultimamente. Não gosto de letras maiúsculas, mas elas gostam de mim e, às vezes, não consigo evitar.

 

Blog da autora

http://geruzazelnys.blogspot.com

 

 

 

 

 

   

Raimundo • Nova literatura brasileira

Quem somos? A Raimundo abre as portas para novos autores e atores da literatura brasileira, entre contistas, poetas, tradutores e ensaístas. Criada em 2014 com proposta de ser uma revista de edição trimestral, pretende acolher obras que pouco encontraram abrigo nos ainda apertados espaços do mundo editorial brasileiro.

A revista

Edições anteriores

Blog

Corpo editorial

Nossos artistas

Autores (breve)

Colabore com a Raimundo

Normas para publicação

Contato