Início          Edição atual          Edições anteriores          Blog          Corpo editorial          Normas para publicação          Quem somos?          Contato         

 

Ensaios para um motim íntimo

Coletânea de poemas de Jorge MIranda

 

Wittgenstein Revisitado

&
sobre aquilo
que não se
pode calar,
deve-se gritar
 

* * *
 

Da inércia

Toda hesitação tem
surtido o efeito
contrário: por bem
ou por mal – de qualquer jeito –
não tomar partido
algum, não sair da bolha
onde o faz de conta é fingido
se tornou a pior escolha
possível. Esse plano pré-concebido
de etcéteras e emergências
supôs como prêmio recebido
um prévio atestado de falência
múltipla de todos os sentidos.
Pois é: tal piada é antessala
de outros tantos indeferidos
ais. Melhor cavar a própria vala.
Basta um suspiro
de dúvida e já se idolatra
o medo. Cuidado: o não tiro
também sai pela culatra.
 

* * *
 

Bolsa de Valores

Estaria o livro, como suporte da expressão poética,
enfrentando uma crise? (pergunta Bertol).
Sob a crise das hegemonias e os enfrentamentos
políticos mundiais em tempo real

(deduz Mauricio), a poesia contemporânea
desmanchou a referência nacional
que ainda balizava o itinerário concretista, assim como
subestimou a existência de uma crise do verso

(postula Iumna). O campo literário se encontra
hoje numa situação de crise, observável
pela relativa perda da capacidade cultural

da literatura de se mostrar relevante (problema-
tiza Pécora). A poesia é, por definição, linguagem em crise
(explica Ronald, enquanto escreve um poema)

 

 

 

 

Outono 2017 / Não Temos Tempo de Temer a Morte

Jorge Miranda

Nasceu em Belo Horizonte (MG). É professor de Literatura Brasileira e mestrando em Teoria da Literatura e Literatura Comparada, com pesquisa sobre a obra de Marcos Siscar e a crise da poesia contemporânea.

 

 

 

 

 

 

 

 

   

Raimundo • Nova literatura brasileira

Quem somos? A Raimundo abre as portas para novos autores e atores da literatura brasileira, entre contistas, poetas, tradutores e ensaístas. Criada em 2014 com proposta de ser uma revista de edição trimestral, pretende acolher obras que pouco encontraram abrigo nos ainda apertados espaços do mundo editorial brasileiro.

A revista

Edições anteriores

Blog

Corpo editorial

Nossos artistas

Autores (breve)

Colabore com a Raimundo

Normas para publicação

Contato